Site com muitos acessos simultâneos, o que fazer?

trafego webQuando seu site está com muitos acessos simultâneos, algo como 5.000 (em momentos de pico de tráfego), é necessário reavaliar seu serviço de hospedagem.

As hospedagens compartilhadas geralmente informam que suportam uma quantidade ilimitada de tráfego, mas isso não é verdade! Não existe tráfego ilimitado, existe capacidade de armazenamento e largura de banda. Cada usuário que acessa um website na internet faz requisições ao servidor de hospedagem. Essas requisições são para acessar os arquivos que estão hospedados no servidor, que podem ser arquivos de texto, imagens, vídeos, etc. Se uma URL é pesada, ou seja, possui muitas imagens, áudios ou demais arquivos que ocupam espaço em disco, a quantidade de acessos àquela página pode sobrecarregar o servidor.

A conta é simples, basta multiplicar o “peso” de uma página (ou seja, o tamanho total de arquivos que são requisitados naquela URL) pela quantidade de acessos simultâneos que aquela página recebe ao longo do tempo. Dessa forma, você saberá o tamanho necessário de servidor para atender à sua demanda de tráfego.

O que a maioria dos sites com alto tráfego enfrenta são as quedas nos servidores (downtime). Apesar das hospedagens compartilhadas informarem que a taxa de uptime é de 99%, se o tráfego no site ultrapassar certo limite, eles irão interromper o serviço e seu site sairá do ar (para evitar que outros sites hospedados no mesmo servidor sofram interrupção também).

Por isso, se você quer garantir uma boa performance sem se preocupar com downtime, é interessante contratar um bom servidor dedicado. Servidores dedicados, como o próprio nome diz, são exclusivos, alocados para a necessidade do cliente, sem compartilhamento com outros websites. Dessa forma, o sistema pode lidar com as requisições de forma individual e otimizada. Falamos um pouco sobre isso nesse artigo.

Os maiores sites da internet operam com servidores dedicados e com hospedagens em nuvem. Se seu website está tendo sucesso na web, considere que pode estar na hora de contratar um serviço compatível com a sua audiência.

Uma outra opção, um pouco mais barata, é o servidor VPS, que também oferece mais qualidade do que as hospedagens compartilhadas, apesar de não possuir toda a exclusividade dos servidores dedicados.

Porém, é importante considerar que servidores VPS e servidores dedicados não são tão simples de se configurar como hospedagens compartilhadas (para quem adquire o serviço). Como hospedagens compartilhadas são adquiridas por usuários leigos, as interfaces dos painéis são bastante intuitivas, mas muitas empresas de VPS e servidor dedicado acabam não fornecendo muito suporte para as configurações, supondo que existe uma empresa de TI responsável pelas configurações das máquinas. Portanto, fique atento a esse detalhe, pergunte sobre o suporte caso você não tenha conhecimento ou uma equipe técnica à sua disposição.

Ripple realmente traz mais velocidade para transações via internet?

ripple xrp

Ripple

Mantendo saldos com um gateway, a falta de velocidade da internet poderia expor o usuário ao risco de contraparte, que também é um risco que é aparente no sistema bancário tradicional. Se o gateway não honrar seu título ou responsabilidade, o usuário pode perder o valor de seu dinheiro mantido naquele gateway. Os usuários que não confiam em um gateway, portanto, podem realizar transações com um gateway confiável que, por sua vez, lida com o gateway “não confiável”. Desta forma, tem-se que ele será com o gateway certificado confiável ou de crédito. O risco de contraparte não se aplica a bitcoins e à maioria das outras criptomoedas, já que o bitcoin de um usuário não é uma dívida ou responsabilidade de outro usuário.

A rede do Ripple não roda com um sistema de prova de trabalho como o bitcoin ou um sistema de prova de participação como outras criptomoedas. Em vez disso, as transações dependem de um protocolo de consenso para validar saldos de conta e transações no sistema. Considere esse exemplo ilustrativo: João e Maria precisam enviar algum dinheiro para o outro. Maria usa dólares canadenses para conduzir seus negócios, enquanto João opera em Libras Esterlinas.

Embora isso possa não ser evidente para os usuários finais, o processo por trás do envio de dinheiro a João envolve a conversão das Libras em uma moeda comum, como USD, e a transferência do dinheiro entre o banco de Maria e o de João. Por fim, o dólar no banco de João é convertido novamente em dólares canadenses.

Isso implica em muitas taxas em cada troca e desperdiça muito tempo. O objetivo da rede e a moeda (XRP) que circula no ecossistema da Ripple visam corrigir esse problema.

A moeda digital XRP atua como uma ponte para outras moedas. Ele não discrimina entre uma moeda fiduciária / criptografada e outra e, assim, facilita a troca de qualquer moeda por outra. Cada moeda no ecossistema tem seu próprio gateway. Se um usuário quer bitcoins como pagamento pelos serviços prestados a contraparte não precisa necessariamente ter bitcoins. Ele pode enviar o pagamento para seu gateway em dólares canadenses (CAD) e o requerente pode receber bitcoins de seu gateway. Um gateway não é necessário para iniciar uma transação completa, vários gateways podem ser usados, formando uma cadeia de confiança que se estende pelos usuários.

A alternativa que a Ripple propõe é o uso da XRP como uma moeda comum subjacente a todas as transferências de dinheiro entre moedas diferentes (o dólar é atualmente a moeda mais comum). Não são apenas as taxas de transação muito mais baixas para converter de uma moeda para XRP e vice-versa, mas as transferências levam no máximo 4 segundos para serem executadas e verificadas.

Alguns bancos globais já começaram a adotar o Ripple realizando parcerias técnicas e comerciais, já que ele economiza muito dinheiro a longo prazo, evitando taxas de câmbio e velocidade de transferência dos dados. A moeda, bem como a Rede Ripple, foram criadas com propósitos ligeiramente diferentes em mente, e vale a pena considerar se elas oferecem vantagens sobre o bitcoin.

Rápido e barato

O processamento de transações de ondulação demora apenas quatro segundos, uma vez que é significativamente menos ativo em comparação com o bitcoin. Isso tem a vantagem adicional de taxas de transação mais baratas, enquanto o preço das transações de bitcoin tem aumentado ultimamente à medida que mais pessoas adotam a plataforma.

Sem mineração

Todos os 100 bilhões de XRP que podem ser usados na plataforma já existem e estão em circulação. Apesar de não estarem todos no mercado – alguns são lançados no mercado todos os meses para evitar inundações – não há mineração de uso, pois não há nada de valor a ser adicionado, ao contrário das criptomoedas mais tradicionais. O consenso funciona para melhorar a integridade do sistema, evitando gastos duplicados. Um usuário do Ripple que inicia uma transação com vários gateways, mas envia habilmente os mesmos US $ 100 para os sistemas de gateway, terá todos, exceto a primeira transação, excluída. Os nós distribuídos individuais decidem por consenso qual transação foi feita primeiro por meio de uma pesquisa para determinar o voto majoritário. As confirmações são instantâneas e demoram cerca de 5 segundos. Como não há autoridade central que decida quem pode configurar um nó e confirmar transações, a plataforma do Ripple é descrita como descentralizada. Porém, há controvérsias.

A técnica de ondulação foi feita pela empresa Ripple, mas pode funcionar sem ele devido ao seu ledger compartilhado. O sistema já é utilizado por empresas grandes como UniCredit, UBS e Santander; a tendência é que a Ripple seja cada vez mais adotada por bancos e redes de pagamento como tecnologia de infraestrutura de liquidação devido à velocidade de pagamento dentro da rede, estabilidade da tecnologia e capacidade de moeda como ponte.

Havia 100 bilhões de XRP criados no início da Ripple, que é o limite da moeda de acordo com as regras do protocolo. Dos 100 bilhões criados, 20 bilhões de XRP foram retidos pelos criadores e os 80% restantes foram entregues à Ripple Labs para venda.

Iniciativa

A Ripple lançou uma nova iniciativa, a Xpring, que fornecerá investimentos e doações para empreendedores usando o token XRP e o ledger XRP, anunciou a Ripple na data de 14 de maio.

Um ex-diretor da Rede de Desenvolvedores do Facebook, Ethan Beard, atuará como vice-presidente sênior para liderar o programa de desenvolvimento da Xpring e da Ripple. Beard disse que o protocolo XRP – com sua velocidade, escalabilidade e comprovado uso no mundo real – é uma ótima ferramenta para startups e empreendedores construírem empresas.

Onde comprar

Para comprar Ripple, você precisa criar uma conta em uma exchange estrangeira como a Binance e enviar seus Bitcoins para serem trocados por XRP. Depois, é recomendado armazenar essas moedas em uma wallet pessoal por questões de segurança.